domingo, 20 de março de 2016

IRARÁ: POLICIAIS MILITARES, FAMILIARES E AMIGOS VIERAM DÁ O ÚLTIMO ADEUS AO PM SUZART

Foi sepultado no cemitério do município de Irará em o soldado da Policia Militar da Bahia Jalmir da Silva Suzart, ele tinha 46 anos lotado na segunda Companhia em Aramarí-Bahia, a CIA pertence ao 4º Batalhão sediado em Alagoinhas. Suzart era os eu nome de guerra, ele era bem quisto na corporação onde permaneceu por muitos anos deixando vários amigos, Suzart deixou mulher e filhos, a sua morte foi proveniente de uma emboscada por bandidos dentro da sua propriedade na cidade de Rio Real quando foi alvejado por disparos de arma de fogo. O policial militar foi levado para o hospital do subúrbio onde estava internado desde do dia 3 de março, o seu quadro de saúde se agravou vindo a óbito. Para prestar-lhe a última homenagem compareceram familiares, amigos detentores de várias patentes.
Major-PM Luís representando o Tenente Coronel Jarbas do 4º BPM de Alagoinhas, tenente-PM André representado a CIPE Litoral Norte, outros policias desta especializada estiveram prestando também o último adeus. Policiais da 97ª CIPM/Irará, o Tenente-PM Leandro esteve no sepultamento representando o Major PM Hemério comandante da 97ª Companhia Independente da Policia Militar da Bahia . Antes do sepultamento ainda na capela do cemitério municipal foi realizada uma celebração por dois membros da paróquia de Nossa Senhora da Purificação.
No local o Major-PM Luís do 4º Batalhão em Alagoinhas  concedeu entrevista para reportagem do blog Clóvis Gonçalves de Irará, o oficial declarou que toda tropa da policia militar da Bahia esta bastante  consternada, enquanto policiais militares e cidadãos vivemos um momento de violência que também atinge a sociedade, é um momento muito preocupante, mas que os nossos comandantes tem tomada as providencias devidas na segurança, tanto para os nossos policiais militares e também para a população em geral. Destacou o Major que nós policiais também são cidadãos e cliente da policia militar.


Neste momento difícil para a tropa, posso relatar experiência própria, fui vitima também em 2010 na localidade de Caboeiro Sul fui surpreendido por dois meliantes recebi quatro disparos de arma de fogo, digo sempre que é o milagre que anda, estou aqui relatando essa historia com a família e todos da policia militar deste fato lamentável, a sociedade tenha a certeza que os nossos comandantes estão atentos para isso, constantemente estamos recebendo instruções como se defender, infelizmente acontece, ação dos bandidos são na calada da noite e estão na espreita são os covardes como nós o chamamos.

Lamentável é um guerreiro que se vai mas deixa um grande legado uma ficha de serviço prestado com muita responsabilidade, era uma pessoa muito querida, é só observar a quantidade de pessoas que estão aqui para dar-lhe o último adeus. O major destacou que colocou a disposição  da família os serviços da nossa instituição, enfim todo o suporte desde da assistência social passando pelo serviço médico e nós nos solidarizamos com familiares e de todos os guerreiro desta briosa corporação, finalizou o Major-PM Luís.   
fonte:blog  

Tradutor