segunda-feira, 27 de maio de 2019

Avião cai com cantor Gabriel Diniz em Sergipe

Foto: Reprodução Facebook
A assessoria do cantor Gabriel Diniz confirmou que o cantor estaria em uma aeronave que caiu na manhã desta segunda-feira (27), no Povoado Porto do Mato, em Estância, Sergipe. 
Segundo comandante Virgilio Dantas, do Grupamento Tático Aéreo de Sergipe, três pessoas morream no acidente.

Um morador da região conversou com o TNH1, por telefone, e disse que muitas pessoas foram ao local da queda e inicialmente teriam encontrado apenas destroços da aeronave. Mas durante as buscas, foram confirmadas quatro vítimas.
Segundo o portal A8 Sergipe, Defesa Civil do município de Estância, Corpo de Bombeiros e Grupamento Tático Aéreo foram acionados e estão em deslocamento. A informação é de moradores que ouviram uma explosão e depois destroços foram vistos no chão, com roupas masculinas e femininas.
A informação é que o avião ficou enterrado no mangue, local de difícil acesso. Chove forte na região, o que dificulta ainda mais as buscas.
Pescadores encontraram ainda documentos com o nome do cantor Gabriel Diniz.
Fonte :TNH1 NOTÍCIAS

segunda-feira, 20 de maio de 2019

3ª MOSTRA CULTURAL DE IRARÁ- BAHIA, UDO KNOFF MUSEU DE AZULEJARIA E CERÂMICA


Da mandioca à cerâmica: mostra traz saberes tradicionais de Irará para Salvador

Município se destaca pelo cultivo da raiz e pelas tradições culturais da zona rural
 quem visito o centro histórico de Salvador tem a chance de viajar por tradições da zona rural sem sair da capital. Basta visitar a Mostra Cultural Sabores e Saberes de Irará. A exposição reúne um pouco da história do município através das artes plásticas, da gastronomia, da música e da fotografia.
No povoado de Sobradinho, em Irará, a 128 quilômetros de Salvador, 33 mulheres avançam sobre a lavoura para colher a mandioca, plantada um ano antes pelos agricultores familiares. A hegemonia feminina no cultivo da raiz é uma tradição secular na comunidade.
Marinalva Cerqueira, de 51 anos, faz parte da quarta geração da família a manter o cultivo. Tanto que adotou a atividade como apelido. Há mais de quatro décadas, desde que tinha 9 anos, se orgulha de ser chamada de Nalva do Beiju.
“Eu criei meus filhos assim. Na roça, arrancando mandioca, fazendo farinha e goma. Aprendi com minha tia, que aprendeu com minha avó, depois de minha bisavó”, conta a agricultora, famosa na região pela produção de beijus recheados. Um dos mais populares é o Beiju de carne do sol com farinha nutritiva de cenoura, beterraba e couve. 
Durante a Mostra Cultural, Nalva do Beiju vai preparar tapiocas tradicionais e com sabores inusitados para os visitantes. (Foto: divulgação)
Barro
Na mesma região, outra tradição se perpetua desde o século XVII, a produção de cerâmica. A antiga arte de dar forma ao barro foi herdada dos antigos índios Paiaiás, que habitavam a região, e ganhou influência africana nos séculos seguintes. 
Não é por acaso que as peças do ceramista Francisco Moreira, que nasceu na região, trazem uma forte presença de personagens femininas, faces com traços afro-ameríndios e religiosidade. Mulheres grávidas, amamentando, ou lidando com a lavoura, se multiplicam entre as peças.
“Tem um pouco de sofrimento, de alegria, e de amor. Eu amo fazer arte, e com a atividade ainda mantenho minha família”, afirma o artista. 
O ceramista Francisco Moreira mantem a tradição secular de dar forma ao barro. (Foto:Lucy Anunciação)
Cores
Em todas as telas do artista plástico João Martins, lá está Inácio, um pássaro sofrê de estimação. A ave circula entre potes e panelas de barro, voa entre mangas e cajus, pousa em janelas de casas de taipa. Retratar o cenário colorido e alegre da zona rural é uma marca do artista. Foi assim que ele ganhou o apelido de Poeta da Cor, dado pelo artista plástico Floriano Teixeira há mais de 30 anos.
“O universo colorido retrata a alma alegre. Ainda hoje isso tudo existe lá na zona rural, e ainda encanta muito”, afirma o artista que está expondo a mostra Mãos ao Barro, no Museu de Cerâmica e Azulejaria Udo Knoff, também no Centro Histórico. 
As obras do artista plástico João Martins estão em exposição no Museu Udo Knoff. (Foto: divulgação)
Fotografias
O cotidiano dos trabalhadores do campo também é o tema das imagens registradas pela fotógrafa baiana Lucy Anunciação. A filha de agricultores, nascida em Irará, percorreu várias comunidades da zona rural do município para registrar detalhes da rotina de quem tira o sustento na terra. 
Nas fotografias é possível ver detalhes do manejo da raiz, do preparo dos beijus e da tradição que se tornou a principal fonte de renda de muitas famílias.
“Estas pessoas demonstram muita força de vida e determinação. Quero que o trabalho delas seja mais valorizado e que elas encontrem mais facilidade para comercializar os produtos”, pontua a fotógrafa.
As exposições também fazem parte da programação da Semana dos Museus, e ficarão abertas ao público até agosto no Museu Udo Knoff de Azulejaria e Cerâmica da Bahia.
“Nós estamos falando do futuro das tradições. É essencial mostrar esta riqueza tradicional. Mas não apenas o objeto pelo objeto. Ele só faz sentido quando contado junto com a história destas mulheres, dos homens, das famílias que passam esta arte de geração para geração”, afirma Renata Alencar, coordenadora do Museu Udo Knoff. 
Trabalhadoras rurais são destaque na Mostra Cultural de Irará. (Foto: Lucy Anunciação)
aconteceu: enter os dias 18 e 19 de maio
O QUE: Mostra Cultural Sabores e Saberes
Onde: Praça Teresa Batista, Centro Histórico de Salvador
Quando: Sábado (18) e Domingo (19). A partir das 10 horas, com apresentações musicais de artistas da região, entre eles Nilson Aquino,   e com kitute coelho, Raul valverde ,  novidados como, Del Feliz e Val Macabira
O QUE: Mostra Mãos ao Barro
Onde: Museu Udo Knoff, Rua Frei Vicente, Centro Histórico. Terça a Sexta, das 10 as 17 horas. Sábado das 13 as 17 horas. Até agosto

sexta-feira, 10 de maio de 2019

Irará: Descarga elétrica mata homem ao ligar bomba na zona rural

eu entrada no Pronto Socorro do Hospital Maternidade Dr. Deraldo Miranda, João Fiais Costa, 30 anos. Conforme registro policial, João foi vítima de uma descarga elétrica, ao tentar ligar uma bomba para molhar uma horta na localidade denominada de Juazeiro, zona rural de Irará.
Um irmão de João informou a polícia, que a vítima foi encontrada desacordado, após sofre a descarga elétrica ao lugar uma bomba que estava com uma fiação “desencapada”. Apesar do socorro imediato João não resistiu e foi a óbito, chegando no Hospital já sem os sinais vitais.
A Polícia esteve no Hospital, realizou o levantamento cadavérico. Prepostos do Departamento de Polícia Técnica (DPT), encaminhou o corpo da vítima para o IML para ser submetido a necropsia.



terça-feira, 30 de abril de 2019

Beth Carvalho morre no Rio A 'Madrinha do Samba' estava internada desde 8 d

A cantora e compositora Beth Carvalho morreu no Rio nesta terça-feira (30), aos 72 anos. Ela estava internada no Hospital Pró-Cardíaco, no Botafogo, Zona Sul da cidade, desde 8 de janeiro de 2019.
Com mais de 50 anos de carreira e dezenas de discos gravados, Beth Carvalho é um dos maiores nomes do samba e considerada madrinha de artistas como Zeca Pagodinho, Arlindo Cruz e Jorge Aragão – daí o apelido "Madrinha do Samba".
Um problema na coluna já afligia a cantora havia algum tempo. Em 2009, Beth Carvalho chegou a cancelar sua apresentação no show de réveillon, na Praia de Copacabana, por causa de fortes dores. Em 2012, a cantora se submeteu a uma cirurgia na coluna. No ano seguinte, Beth foi homenageada pela escola de samba Acadêmicos do Tatuapé, no carnaval de São Paulo, mas não participou do desfile já por motivos de saúde. Lu Carvalho, sobrinha de Beth, foi quem representou a tia na ocasião.
Em 2018, com a mobilidade cada vez mais reduzida pelos efeitos do problema na coluna, Beth Beth fez um show histórico. Ao lado do grupo fundo de Quintal, ela mostrou sua força ao cantar deitada seus sucessos no show “Beth Carvalho encontra Fundo de Quintal – 40 anos de pé no chão”.
Durante sua internação no início de 2019, Beth teve que reduzir a quantidade de visitas. A informação foi compartilhada por sua filha, Luana, após um vídeo mostrar a cantora debilitada cantando deitada na cama do hospital.
Elizabeth Santos Leal de Carvalho nasceu no Rio, em 5 de maio de 1946. De acordo com o site oficial da artista, seu contato com a música foi incentivado pela família, ainda na infância. Aos 8 anos, apareceram o gosto pela dança e o primeiro violão, que ela ganhou dos avós. Após a prisão do pai no período da ditadura, em 1964, Beth passou a ministrar aulas de música.
Em 1965, gravou o seu primeiro compacto simples, com a música “Por quem morreu de amor”, de Roberto Menescal e Ronaldo Bôscoli. Seu grande sucesso, “Andança”, é o título de seu primeiro LP, lançado em 1969.
Beth participou de quase todos os festivais de música da época. Em 1968, conquistou a terceira posição no Festival Internacional da Canção (FIC), justamente com “Andança”.
A partir de 1973, passou a lançar um disco por ano e emplacou vários sucessos como “1.800 Colinas”, “Saco de Feijão”, “Olho por Olho”, “Coisinha do Pai”, “Firme e Forte” e “Vou Festejar”. Também gravou composições de Cartola, como “As rosas não falam”, e “Folhas Secas”, de Nelson Cavaquinho.
A cantora era apaixonada pela Mangueira, sua escola de samba do coração, e pelo bloco Cacique de Ramos, onde conheceu muitos de seus apadrinhados. “Beth é inquieta. Não espera que as coisas lhe cheguem, vai mesmo buscar. Pagodeira, ela conhece a fertilidade dos compositores do povo e, mais do que isso, conhece os lugares onde estão, onde vivem, onde cantam, como cantam e como tocam”, diz a biografia publicada em seu site oficial.
Em 1979, Beth se casou com o jogador de futebol Edson de Souza Barbosa e, dois anos depois, deu à luz sua única filha, Luana Carvalho.
A cantora já fez inúmeras apresentações em cidades ao redor do mundo, subiu ao palco do Carnegie Hall, em Nova York, e até teve sua música representada no espaço sideral. Em 97, “Coisinha do pai” foi programada pela engenheira brasileira da NASA, Jacqueline Lyra, para “despertar” um robô em Marte.
Em junho de 2002, recebeu das mãos de Dona Zica, viúva de Cartola, o Troféu Eletrobrás de Música Popular Brasileira, no Teatro Rival do Rio de Janeiro. Seu 26º disco, “Pagode de mesa 2” (2000), concorreu ao Grammy Latino na categoria melhor disco de samba.
Em 2004, ela gravou seu primeiro DVD, “Beth Carvalho, a Madrinha do Samba”, que lhe rendeu um DVD de Platina. O CD, que teve lançamento simultâneo ao DVD, recebeu Disco de Ouro e foi também indicado ao Grammy Latino de 2005, na categoria “Melhor Álbum de Samba”.
Beth Carvalho foi homenageada na edição 2009 do Grammy Latino, em Las Vegas. Na ocasião, a cantora foi a primeira sambista a receber um dos reconhecimentos mais importantes do Grammy, o prêmio Lifetime Achievement Awards.

segunda-feira, 29 de abril de 2019

Foliões curtem muito sertanejo e arrocha com a cantora Gabriela Moraes


Neste domingo (28), último dia da Micareta de Feira, a cantora Gabriela Moraes se apresentou no circuito Maneca Ferreira levando os foliões a curtirem uma sofrência com muito arrocha e sertanejo.

O choro foi livre e houve quem dançasse sozinho, acompanhado, mas o importante é que ninguém ficou parado.
Gabriela cantou sucessos como “Ou ela  ou eu , “Cobaia”, “Corpo Molinho” e vários outros hits do momento que enlouqueceram o público.

sexta-feira, 26 de abril de 2019

Com 40 anos de trio, Bell Marques agita Micareta





Em mais um ano de carreira solo, Bell Marques voltou a Feira de Santana para reafirmar o grande sucesso que sempre faz na Micareta, e, neste ano de 2019, não foi diferente. Canções como “Sementes”, “Magia”e “Vumbora amar”, que, apesar de antigas, permanecem com o mesmo sucesso de sempre, foram cantadas no circuito e levou o público presente ao delírio. Bell conversou com a equipe da TV Geral, em frente ao camarote do Grupo Folha do Estado, e comentou sobre a satisfação que é agitar o público feirense. “Pra mim, é muito gratificante. 2019 é o ano que completo 40 anos de trio elétrico. Sempre digo que o trio elétrico é o meu habitat natural. Então, estar em Feira de Santana, ainda mais completando uma data tão importante, é motivo de muita felicidade”, disse Bell. O público, como sempre, não parou por um minuto, e acompanhou Bell do início do trajeto. FONTE: folha do estado
foto\Crédito: Mário Sepulveda/FE

Bahia perde para o Londrina, mas garante vaga nas oitavas da Copa do Brasil

Com o regulamento debaixo do braço, o Bahia garantiu vaga nas oitavas de final da Copa do Brasil, nesta quinta-feira (25). Nem a derrota por 2 a 1, para o Londrina, no Estádio do Café, tirou a classificação do Tricolor. Os gols do time paranaense foram marcados por Anderson Almeida e pelo veterano Dagoberto. Fernandão descontou. No jogo de ida, o Esquadrão havia goleado o adversário por 4 a 0, na arena Fonte Nova, e poderia perder por até três gols de diferença. Agora, os comandados de Roger Machado aguardam a definição do próximo adversário, que sairá de um sorteio na sede da CBF. Antes, o time baiano estreia na Série A do Brasileirão, no próximo domingo (28), diante do Corinthians, em Salvador. PRIMEIRO TEMPO Bahia e Londrina fizeram um primeiro tempo movimentado. Com menos de um minuto de jogo, os donos da casa abriram o placar. Após saída de bola errada de Paulinho, Anderson Leite cruzou rasteiro e Anderson Oliveira, sozinho na área, completou nas redes. Aos três minutos, o Tricolor quase empatou. Ramires deu passe para Artur, que chutou de fora da área e parou na bela defesa de Matheus Albino. Aos dez, foi a vez de Artur lançar bola na área. Fernandão desviou de cabeça e tirou tinta da trave. Aos 20 minutos, Matheus Albino fez outra grande defesa, desta vez em cobrança de falta de Arthur Caíke. Mas, um minuto depois, o arqueiro não conseguiu evitar. Germano errou recuo de bola e deu de graça para Fernandão invadir a área e tocar na saída de Matheus Albino para empatar. Porém o Londrina voltou à frente aos 33 minutos. Dagoberto foi derrubado por Artur na área e o árbitro marcou pênalti. Na cobrança, o atacante deslocou Anderson para fazer o segundo. SEGUNDO TEMPO O Bahia voltou com o mesmo time para o segundo tempo, mas, logo aos nove minutos, Roger Machado fez duas mudanças de uma vez. Gilberto e Shaylon entraram nos lugares de Gilberto e Arthur Caíke, respectivamente. Mas foi o Londrina que quase aumentou aos 13 minutos. Dagoberto cobrou falta no ângulo e Anderson foi buscar com uma bonita defesa. Aos 22, Luquinha recebeu bola na entrada da área e emendou uma bomba. A bola raspou a trave de Anderson. Já o Esquadrão só foi chegar com perigo aos 37 minutos. Após contra-ataque puxado por Artur, Flávio recebeu na direita, chutou forte, e a bola passou ao lado do gol. Londrina 2 x 1 Bahia Copa do Brasil - 4ª fase (Jogo de volta) Local: estádio do Café, em Londrina (PR) Data e Horário: 25/04/2019, às 19h15 Árbitro: Emerson de Almeida Ferreira (MG). Assistentes: Celso Luiz da Silva (MG) e Ricardo Junio de Souza (MG) Cartõeos amarelos: Nino, Gregore, Anderson (BAH); Alisson (LON) Gols: Anderson Oliveira, Dagoberto (LON); Fernandão (BAH) Londrina Matheus Albino; Raí Ramos, Augusto, Sílvio e Felipe; Germano (Arthur Caculé), Anderson Leite e Luquinha; Marcelinho (Diego), Dagoberto (Alisson) e Anderson Oliveira. Técnico: Alemão. Bahia Anderson; Nino, Ernando, Xandão e Paulinho; Gregore e Douglas Augusto; Ramires (Flávio), Artur e Arthur Caíke (Shaylon); Fernandão (Gilberto). Técnico: Roger Machado.

BRASIL: BOLSONARO ASSINA DECRETO QUE ACABA COM HORÁRIO DE VERÃO

O presidente Jair Bolsonaro assinou nesta quinta-feira (25 de abril) o decreto que revoga o horário de verão. A assinatura ocorreu durante cerimônia no Palácio do Planalto. Segundo o presidente, a medida segue estudos que analisaram a economia de energia no período e como o relógio biológico da população é afetado. Bolsonaro já havia anunciado no início do mês, em uma rede social, a decisão de acabar com o horário de verão neste ano. Neste período do ano, que costumava durar entre outubro e fevereiro, parte dos estados brasileiros adiantava o relógio em uma hora. Na cerimônia desta quarta-feira para anunciar o decreto, o presidente informou que a área técnica do Ministério de Minas e Energia apresentou estudos sobre a economia de energia gerada pelo horário de verão. Segundo Bolsonaro, “gente da área de saúde” também foi procurada para apontar como o horário afeta o relógio biológico das pessoas. “As conclusões foram coincidentes: questão de economia, o horário de pico era mais pra 15h, então não tinha mais a razão de ser [da permanência do horário], não economizava mais energia; e na área de saúde, mesmo sendo uma hora apenas, mexia com o relógio biológico das pessoas”, disse. Para o presidente, se não se alterar o “relógio biológico, com toda certeza, a produtividade do trabalhador aumentará”. No início do mês, o porta-voz da Presidência da República, Otávio Rêgo Barros, informou que o Ministério de Minas e Energia fez uma pesquisa segundo a qual 53% dos entrevistados pediram o fim do horário de verão. (G1)

PREFEITO COLBERT MARTINS ABRE OFICIALMENTE A MICARETA DE FEIRA DE SANTANA 2019

O prefeito Colbert Martins abriu oficialmente a Micareta de Feira de Santana na noite desta quinta-feira (25 de abril). No camarote da diversidade, ele fez a entrega simbólica das chaves da cidade ao rei Momo. “Espero que comecemos bem a festa e tenhamos uma Micareta de Paz. Queremos muita alegria, mas também um evento sem violência”, disse o prefeito. As majestades desfilaram em frente a um trio tipo “pranchão” em um cortejo com uma orquestra. Também participaram do desfile a rainha da Terceira Idade, Miss Afro, Rainha LGBT e grupos de mascarados. Este ano, o reinado está sendo comandado por Roberto Nery dos Santos e Larissa Karolina Azevedo e as princesas Andressa Souza Gonçalves e Érica Rodrigues Lima Santos.
AUTOR DA CANÇÃO JENNEFER, GABRIEL DINIZ FOI A PRIMEIRA ATRAÇÃO DA MICARETA
O cantor Gabriel Diniz foi a primeira atração a se apresentar na Micareta de Feira de Santana, na noite desta quinta-feira (25 abril). O músico levou aos foliões uma batida contagiante e sucessos do seu repertório, além de músicas de outros nomes do forró e do sertanejo universitário Diniz ficou conhecido nacionalmente ao interpretar a música "Jennifer", grande sucesso do último verão. Ele participa pela Micareta pela segunda vez. "Feliz com o convite de abrir a maior Micareta do Brasil, trazendo muita alegria e coisa boa para essa festa que está só começando. Este é o segundo ano que puxamos trio aqui, e há uns cinco anos tocamos em camarotes". GD também destacou a interatividade com o público feirense. "Uma troca de energia muito bacana com o povo de Feira de Santana e temos certeza que estamos abrindo da melhor maneira possível a Micareta. Estamos só esquentando os motores!". (DeOlhonaCidade)

quinta-feira, 25 de abril de 2019

FORAGIDOS POR ROUBOS, HOMICÍDIOS E ESTUPROS SÃO PRESOS NA BAHIA DURANTE OPERAÇÃO NACIONAL

A Polícia Civil da Bahia cumpre nesta quarta-feira (24 de abril) mandados de prisão contra foragidos apontados por crimes como roubo, homicídio e estupro. A ação faz parte da megaoperação nacional #PC27, coordenada pelo Conselho Nacional de Chefes de Polícia Civil da Bahia e realizada em todo o país. De acordo com a polícia, foram expedidos mais de mil mandados de prisão e de busca e apreensão, mas não há detalhes de quantos mandados foram expedidos na Bahia. Até as 11h30min desta quarta-feira, 24 de abril, a polícia baiana já havia efetuado 37 prisões e quatro apreensões de adolescentes. Dentre as prisões, 35 foram em cumprimento de mandados de prisão e duas em flagrante. Algumas das prisões ocorreram nas cidades de Ilhéus e Teixeira de Freitas, no sul do estado da Bahia, além dos municípios de Casa Nova e Juazeiro, no norte do estado também na Bahia. O nome da operação é uma referência à padronização de todas as polícias civis das 27 unidades federativas do país. Os mandados de prisão foram expedidos pela Justiça, após trabalho de investigação. Cada uma das polícias civis fez levantamento de inteligência para a operação. No sul da Bahia, foram três presos não identificados em Ilhéus; e um, é Gean da Silva Miranda, em Teixeira de Freitas. Gean tinha mandado de prisão em aberto por homicídio. No norte do estado, as prisões ocorrem nos municípios de Juazeiro e Casa Nova. Presos em Juazeiro - Diego Lucas Conceição, 19 anos e Eduarda Souza Santo, 20 anos. Presos no bairro Pirangam, onde residiam, com drogas e material associado ao tráfico. Eles foram autuados em flagrante e material encaminhado para perícia.Leandro de Souza Carvalho preso por lesão corporal. Flávio Luiz Silva Santos, 25 anos. Tinha mandado de prisão preventiva em aberto por roubo. Elissandro Oliveira dos Santos Cumprimento de mandado de prisão preventiva pela prática de lesão corporal. Tiago Emanuel de Carvalho Silva Cumprimento de mandado de prisão preventiva por lesão corporal. C.V.S.V, 16 anos Busca e apreensão de adolescente por tráfico de drogas no município de Hortolândia, em São Paulo. Em Casa Nova foram presos- Bartolomeu Dias da Silva, Cumprimento de mandado de prisão preventiva por homicídio qualificado. Cícero Pedro dos Santos Cumprimento de mandado de prisão preventiva por estupro de vulnerável. (G1)

quarta-feira, 24 de abril de 2019

VM CÂMERAS DE SEGURANÇA IRARÁ

A VM CÂMERAS,OFERECE AOS SEUS CIENTES,CÂMERAS IP ROBÓTICAS,COM CUSTO BENEFÍCIO BEM ACESSÍVEL,DISPENSADO O USO DE MUITOS APARELHOS,ALEM DE SEREM WIFI E CONTROLADAS FACILMENTE. POSSO MONITORAR COM FACILIDADE?SIM! ATRAVÉS DE UM APLICATIVO DE FACIL INSTALAÇÃO E MANUSEIO,QUE PODE SER ACESSADO ATRAVÉS DO CELULAR,TABLET,NOTEBOOKS E PC´S POR QUÊ INSTALAR CÃMERAS EM SUA CASA? .SUA SEGURANÇA E DE SEUS FAMILIARES; .INIBIR A AÇÃO DE INVASORES; .VIGILÂNCIA CONSTANTE(BABÁS,CUIDADORE DE IDOSOS); . DENTRE OUTRAS INÚMERAS POSSIBILIDADES.

DECISÃO UNÂNIME DO STJ REDUZ PENA DE LULA NO CASO TRIPLÊX

A Quinta Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) decidiu nesta terça-feira (23 de abril) manter a condenação, mas reduzir a pena imposta ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no caso do triplex no Guarujá. O relator, Felix Fischer, e os ministros Jorge Mussi, Reynaldo Soares da Fonseca, presidente da turma, e Marcelo Navarro concordaram em reduzir para 8 anos, 10 meses e 20 dias de reclusão a pena de 12 anos e 1 mês por corrupção passiva e lavagem de dinheiro imposta pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4). Os votos foram proferidos durante julgamento de um recurso apresentado pela defesa do ex-presidente e atenderam parcialmente ao recurso. Atualmente, Lula cumpre pena em regime fechado, na Superintendência da Polícia Federal em Curitiba. De acordo com a legislação penal, um preso tem direito a reivindicar progressão para o regime semiaberto depois de cumprir um sexto da pena. A pena imposta a Lula pelo TRF-4, portanto, exigiria pelo menos dois anos de prisão em regime fechado. Com a decisão da Quinta Turma do STJ, Lula terá que cumprir 17 meses para reivindicar a transferência para o semiaberto, regime pelo qual é possível deixar a cadeia durante o dia para trabalhar. Como Lula já cumpriu cerca de 13 meses, faltariam quatro. A leitura na prisão pode contribuir para reduzir ainda mais os dias de punição. (G1/TvGlobo)

Tradutor